30 de outubro, Dia Nacional dos Comerciários

Com a ação dos sindicatos nas campanhas salariais, garantimos, nas convenções coletivas, o dia da categoria comerciária em uma das segundas-feiras de outubro. A vitória de fechar o comércio nesse dia é o reconhecimento de quem vende a realização de sonhos e faz o setor ser um dos mais fortes da economia, especialmente em Salvador, o  terceiro maior do País.

Mas, não podemos esquecer daqueles cinco mil comerciários do Rio de Janeiro, que, em 29 de outubro de 1932, caminharam até o Palácio do Catete para conversar com o então presidente Getúlio Vargas. Lá, exigiram a redução da jornada de trabalho (de 12 para 8 horas) e o direito ao descanso nos domingos. Assim, no dia 30, o presidente assinou o Decreto de Lei 4042, acatando as duas reivindicações da categoria.

Portanto, é um dia luta, reflexão e celebração. Em Salvador, o Sindicato dos Comerciários, o Sintrasuper e a FEC Bahia rechearam o mês de outubro com várias atividades para contemplar os trabalhadores e as trabalhadoras do comércio. Tivemos o torneio de futebol soçaite, masculino e feminino, na Arena Imbui; espetáculos teatrais no Teatro Dias Gomes; roda de conversa sobre câncer de mama e palestra sobre DST-Aids.

Trata-se de um dia que entrou para a história dos comerciários do Brasil e que nos estimula a seguir lutando por dias melhores para quem faz o comércio de Salvador ser forte. Temos novos desafios a vencer, como impedir a reforma da Previdência, anular os efeitos da reforma trabalhista e derrotar quem está apoiando Michel Temer e sua política perversa.

Compartilhe:

Deixe seu recado

Deixe seu recado