Braço direito de Temer, Geddel mantinha imóvel com malas de dinheiro

 

O braço direito e ex-ministro de Michel Temer, Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), foi flagrado em mais um escândalo envolvendo mala com dinheiro, ou melhor, malas. Em operação da Polícia Federal desta terça-feira (5), foram encontradas diversas malas com milhares de notas em reais em um apartamento em Salvador que, de acordo com a investigação, é usado por Geddel.

Segundo a PF, Geddel pediu emprestado o apartamento ao amigo Silvio Silveira, para que “guardasse pertences de seu falecido pai”.

“Malas de dinheiro! E teve gente que bateu panela pra entregar o poder a esta turma”, comentou a deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), em sua página nas redes sociais.

O ex-ministro da Secretaria de Governo de Temer cumpre prisão domiciliar e é acusado de participar de esquema ilegal de liberação de recursos na Caixa.

Após investigações decorrentes de dados coletados nas últimas fases da Operação Cui Bono, a PF chegou ao endereço em Salvador, que seria, supostamente, utilizado por Geddel. Diante do montante, os valores apreendidos serão transportados a um banco, onde haverá contabilização e depósito em conta judicial.

Nas redes sociais não faltaram memes ironizando as imagens mostrando caixas de dinheiro de Geddel. Chamado pelos agentes da PF de “bunker”, as fotos se transformaram em comentários bem-humorados na redes.

Fonte: Portal Vermelho

Compartilhe:

Deixe seu recado

Deixe seu recado