Comerciárias saúdam o dia das mulheres negras

Segundo publicação da Empresa Brasil de Comunicação – EBC, “cerca de 200 milhões de pessoas que se identificam como afrodescendentes vivem na América Latina e no Caribe, e são os mais afetados pela pobreza, marginalização e pelo racismo, que atingem ainda mais as mulheres negras. No Brasil, a data também é nacional, foi instituída por uma Lei de 2014, sancionada pela presidenta Dilma Rousseff, como o Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra”.

As mulheres comerciárias também saúdam a luta e a resistência das negras da capital baiana. As diretoras Rosimeire Correia e Josélia Santos, participaram, no final de semana passado, do Seminário Nacional de Mulheres Negras, promovido pelo Fórum de Mulheres Negras, ocorrido em Salvador, que tratou da importância do empoderamento das mulheres negras.

Rosimeire Correia destaca que “a necessidade em termos de empoderamento e aumento da participação de mulheres negras nos espaços de poder, significa fortalecer e amplificar as vozes dessas mulheres”. Para a dirigente comerciária, é preciso reconhecer as mulheres negras e sua liderança como atores políticos legítimos.

Compartilhe:

Deixe seu recado

Deixe seu recado