Grito de carnaval unifica comerciários da capital e do interior

Alegria, energia e muito protesto marcaram a abertura do Carnaval para os comerciários, da capital e de várias cidades do interior. “Eu tô com o Sindicato” foi o tema do Grito dos Comerciários 2018, que fez alusão à Campanha Salarial Unificada. É esse espírito de unidade que marcará as negociações e manifestações desse ano. “Os comerciários mostram a campanha salarial no maior Carnaval do mundo. Vamos buscar um bom acordo, que valorize os trabalhadores e as trabalhadoras, garantindo melhores salários e condições dignas de trabalho”, afirmou o presidente do Sindicato Jaelson Dourato.

Falando pelos sindicatos do interior, o presidente do Sindcom Itabuna e vereador, Jairo Araújo, ressaltou que é um momento importante da nossa expressão cultural em Salvador. “Demonstramos essa unidade entre o interior e a capital na defesa dos comerciários, principalmente para vencer essas reformas absurdas do governo Temer e realizar bons acordos salariais”, disse, acompanhado de Edvaldo Rodrigues (Sindcom Itaberaba), Rafael Sydartha (Sindcom Irecê) e Agnaldo Santos (Sindcom Castro Alves).

De acordo com o presidente do SintraSuper, Adilson Alves, “os trabalhadores de supermercados reforçam a presença da campanha no Carnaval objetivando um acordo ainda melhor que no ano passado”. Ainda segundo o sindicalista, “é preciso resistir também à reforma da Previdência, que vai acabar com o direito à aposentadoria”.

Para o presidente da FEC Bahia Reginaldo Oliveira, é essencial afirmar a importância da relação entre os trabalhadores e seus sindicatos. “São instrumentos essenciais de luta por uma vida melhor, tanto na capital quanto no interior. É com essa visão que a Federação estará apoiando as campanhas salariais dos nossos sindicatos filiados no estado”, frisou.

APOIOS

O ato teve a participação de parlamentares, como o deputado federal Daniel Almeida e a vereadora Aladilce Souza, ambos do PCdoB. “É importante uma campanha salarial unificada neste momento de ataques aos direitos sociais e trabalhistas. É muito bom abrir a campanha na alegria do Carnaval e chamar os comerciários para luta”, enfatizou Daniel. “Os comerciários trazem mais brilho para a maior festa do planeta com o seu Grito. É um momento de alegria, mas sem esquecer da luta para resgatar a democracia e os direitos trabalhistas”, completou Aladilce.

Vice-presidente da CTB Bahia, Rosa de Souza, destacou o fato de os comerciários e outras categorias levarem seus protestos durante o Carnaval. “Os trabalhadores e as trabalhadoras precisam expressar sua indignação com as reformas do governo Temer e lutar unidos com seus sindicatos para reverter essa situação”, defendeu.

Compartilhe:

Deixe seu recado

Deixe seu recado