Judiciário baiano paralisa atividades por 24h nesta sexta (7)

O Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado da Bahia – Sinpojud e seus filiados promovem paralisação de 24 horas em todas as comarcas do estado nesta sexta-feira (7/7). Em Salvador acontece Assembleia Geral no Auditório da Associação dos Funcionários Públicos do Estado da Bahia – Afpeb, localizado na Av. Carlos Gomes, a partir das 9h30.

Os protestos fazem parte de um calendário de mobilizações deliberado pela própria categoria durante a última assembleia realizada em 05 de maio. Desde então, diversas paralisações foram realizadas com o intuito de chamar atenção do Tribunal de Justiça da Bahia quanto aos inúmeros problemas que assolam tanto a categoria do judiciário, quanto, em concomitante, toda a sociedade baiana.

Os servidores vêm sendo sobrecarregados de trabalho, já que atualmente há defasagem de mais de 10 mil vagas para atender a demanda, além disso, eles são obrigados a realizarem o trabalho de mais de uma função sem nada a receber, as chamadas substituições.

Além dessa realidade o TJBA desativa 33 comarcas no estado, o que é visto como um verdadeiro retrocesso na justiça baiana. Também os servidores pleiteiam a reposição inflacionária linear de 2015 e 2016, e a garantia da correção e atualização do Plano de Cargos e Salários da categoria, que se encontra defasada.

Esses assuntos em pauta serão discutidos e avaliados durante a assembleia, que avaliará os rumos do movimento paredista, inclusive com indicativo de greve.

Devem funcionar, conforme previsto em Lei, apenas os serviços essenciais do Plantão Judiciário, que corresponde a 30% do efetivo, dentre eles, liminares de plano de saúde, habeas corpus, casamentos pré agendados, dentre outros de urgência.

Fonte: CTB Bahia

Compartilhe:

Deixe seu recado

Deixe seu recado