No Bonfim, para começar bem a campanha salarial

“Bonfim: Pra gente começar bem”. Assim, o Sindicato lançou da Campanha Salarial Unificada 2018, que terá lutas e negociações envolvendo a categoria em Salvador e de várias cidades da Bahia, com o apoio da Federação dos Comerciários da Bahia (FEC Bahia).

O tema “Pra garantir meus direitos. Eu tô com o Sindicato” chama atenção para a importância da participação dos trabalhadores e das trabalhadoras nas ações da sua entidade. “Com a reforma trabalhista, precisamos assegurar nossos direitos na Convenção Coletiva de Trabalho. Vamos fazer uma campanha forte para assinarmos um bom acordo, ainda em março. Nada melhor do que lançar a campanha na festa do Bonfim”, afirmou o presidente do Sindcom, Jaelson Dourado.

Para o presidente da FEC, Reginaldo Oliveira, a unidade da categoria é fundamental. “Decidimos fazer uma campanha unificada entre vários sindicatos do estado para mostrar que estamos fortes e que queremos um reajuste digno, além de garantir direitos importantes”, enfatizou.

COMÉRCIO BEM

Mesmo a economia brasileira ainda vivendo um momento difícil, os primeiros números divulgados revelam que o comércio varejista se superou. “O setor de supermercados vendeu bem no fim de ano e celebrou a inauguração de novas lojas. Pode, sim, reconhecer o esforço dos trabalhadores”, disse o vice-presidente do SintraSuper, Edvã Galvão, lembrando dados de novembro/2017, publicados pelo site G1: 4,65% (acumulado entre novembro/16 e novembro/17), 2,95% (em valores reais, comparado a novembro/2016) e 5,85% (em valores nominais, comparado a novembro/2016).

Quem também mostrou dados positivos foi a comerciária e vice-presidente da CTB Bahia, Rosa de Souza: “O comércio baiano mostra porque cresce mais no Brasil. Os primeiros números são do Natal. Segundo o Serasa Experian, as vendas cresceram 6% nos shoppings, 5,6% no varejo em geral e 13% pela internet. Por isso, vamos fortes na campanha para conquistar um bom acordo salarial”, frisou.

DEFESA DA DEMOCRACIA

A festa do Bonfim também foi palco de manifestações políticas contra as medidas do governo Temer e do Judiciário. Sindicatos e entidades da sociedade civil fizeram a defesa do ex-presidente Lula, que terá seu recurso à sentença condenatória do juiz Sérgio Moro julgado no dia 24, no TRF4, em Porto Alegre (RS).

“Os comerciários estão de parabéns por realizarem a campanha unificada. Isto é essencial para se conquistar um acordo justo, após a aprovação da reforma trabalhista. Bom ver também que o Sindicato reforça à luta em defesa da democracia, que está sendo ameaçada pelo atual governo e setores do Judiciário. Precisamos da força dos trabalhadores para mudar esta situação”, afirmou o deputado federal Daniel Almeida (PCdoB).

 

Compartilhe:

Deixe seu recado

Deixe seu recado