Senado vota reforma trabalhista dia 11

O plenário do aprovou no início da noite da terça-feira 4 o requerimento de urgência para a votação da reforma trabalhista. Com o pedido aprovado, o PLC 38/2017 entra na pauta após duas sessões ordinárias e deve ser votado já na próxima semana. Alvo de diversas críticas por parte de especialistas, a proposta é um dos carros-chefe do governo de Michel Temer (PMDB), que tenta se salvar em meio às denúncias que sofre.

E o Senado já definiu o calendário de votações do Plenário até o recesso parlamentar, que começa no dia 17 de julho. Além da reforma trabalhista, os senadores devem analisar a convalidação de incentivos fiscais e o cancelamento de precatórios. Todas as matérias tramitam em regime de urgência.

A reforma trabalhista (PLC 38/2017) é considerada prioridade para o governo. Pelo acordo firmado entre os líderes partidários e o presidente da Casa, senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), haverá duas sessões de discussão: na quarta-feira 5, das 11h às 22h; e na quinta-feira 6, das 11h às 14h.

O encaminhamento e a votação da matéria estão marcados para a terça-feira da próxima semana, dia 11, às 11h. Durante o encaminhamento, só poderão falar os líderes partidários, cada um por cinco minutos. Após a votação do texto principal, o Plenário ainda precisa analisar as emendas individuais e de bancada apresentadas ao projeto.

Fonte: Portal CTB Bahia

Compartilhe:

Deixe seu recado

Deixe seu recado