Sindicato contra fechamento do restaurante do Sesc no Centro

Todo mundo foi pego de surpresa com o fechamento do restaurante do Sesc no Centro de Salvador. Em nota, o Sesc disse que foi por “motivos alheios a sua vontade” e que os trabalhadores devem se dirigir ao restaurante do Comércio.

O Sindicato dos Comerciários é contra a medida, pois, haverá possibilidade de transtornos no espaço que fica na Cidade Baixa. “Nossa luta tem sido para abrir novos restaurantes na cidade. Recentemente, obtivemos importante vitória, quando o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) derrubou a liminar que suspendeu as obras do restaurante Sesc no Salvador Shopping. A categoria foi beneficiada e já buscaríamos novas conversas com a Fecomércio sobre unidades em outros bairros”, pondera o presidente da entidade, Jaelson Dourado.

Para o dirigente, o Sesc deveria ter aberto um diálogo antes da infeliz decisão. “Não sabemos quais os motivos para o fechamento do restaurante e poderíamos buscar um espaço alternativo. Merecemos alimentação de qualidade e com preço acessível. Sempre consideramos um absurdo apenas três restaurantes em Salvador, construídos há mais de 30 anos. Para quem ajuda o comércio crescer, nada mais justo do que ter a retribuição de mais serviços do Sesc”, afirma.

O presidente da Federação dos Comerciários (FEC Bahia), Reginaldo Oliveira, lembra que 80% da categoria tem remuneração média de R$ 1.066,00 (o piso salarial). “O custo médio da refeição nos restaurantes tradicionais dificulta para os comerciários. A maioria das empresas não possui refeitório, o valor da ajuda alimentação é irrisório e grande parte dos trabalhadores leva refeição de casa. Por isso, nossa indignação”, enfatiza.

Segundo o presidente do SintraSuper (comerciários de supermercados), Adilson Avles, é essencial reforçar o papel social do Sesc. “Quando ele amplia seus serviços, é bom para os trabalhadores e para a sociedade. É lamentável essa decisão e nós vamos mobilizar a categoria”, frisa.

Compartilhe:

Deixe seu recado

Deixe seu recado