Volume de vendas no dia dos namorados será o maior dos últimos 2 anos

A expectativa é que o brasileiro desembolse R$ 1,65 bilhão com a data comemorativa, segundo a CNC. Volume é o maior desde 2015

As vendas do Dia dos Namorados deve crescer 2,5% em relação a mesma data no ano passado. A estimativa é da CNC que prevê a movimentação de R$ 1,65 bilhão em presentes para a comemoração.

Caso a expectativa seja confirmada, o volume de vendas no comércio voltará a crescer e terminará em positivo, revertendo parcialmente as quedas de 2016 (-4,9%) e 2015 (-1,1%).
Somente o segmento de vestuário e acessório deve movimentar R$ 564 milhões, cerca de 3,2% a mais do que no ano passado. Essas vendas correspondem a 37% dos totais do varejo para essa data.

O setor de informática e comunicação também irá crescer. A estimativa é que venda mais de 11,5% em relação ao mesmo período do ano passado.

Motivos

Para os economistas do CNC, o crescimento nos dois segmentos pode ser atribuído a combinação entre queda da taxa de juros e ampliação dos prazos médios nas operações de créditos para pessoas físicas.

A queda dos preços também deve ajudar o crescimento das vendas no Dia dos Namorados. Isso porque a cesta dos 25 bens e serviços mais requisitados nessa época do ano registrou a menor inflação desde 2007.

Promoções

Para manter as vendas, os lojistas devem continuar investindo em liquidações e produtos com valores mais atrativos, principalmente nos segmentos de vestuário e itens de telefonia, acredita a CNC.

De acordo com os últimos dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15), às vésperas do Dia dos Namorados, os itens de vestuário registraram variação (+2,3%) menor do que no mesmo período do ano passado (+5,4%).
Fonte: Portal no Varejo

Compartilhe:

Deixe seu recado

Deixe seu recado