16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres

No ano de 2013, o número de mulheres assassinadas foi de 13 vítimas por dia e chegou a 4.762, colocando o Brasil na 5ª posição entre os 83 países analisados. Além disso, o recorte racial nos homicídios de mulheres também é gritante. O número de homicídios de mulheres brancas caiu 9,8% (1.747 para 1.576, de 2003 a 2013), enquanto o de mulheres negras aumentou 54,2% (1.864 para 2.875). Os dados mostram ainda que, a partir da vigência da Lei Maria da Penha, houve uma queda de 2,1% de vítimas mulheres brancas e aumentou 35,05 entre as negras.

“Temos o direito humano a uma vida sem violência. É necessário que a sociedade desconstrua a cultura de uma sociedade patriarcal e machista que vê a mulher como um mero objeto de propriedade do homem, que lhe permite fazer com ela o que quiser – inclusive matar”, afirma Rosimeire Correia (Secretária de Gênero do Sindicato).

Diante de um quadro de profunda desigualdade de gênero, é que o Sindicato dos Comerciários de Salvador se soma na Campanha Mundial dos 16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres.

Compartilhe:

Deixe seu recado

Deixe seu recado