Mulheres marcham em defesa da aposentadoria e contra Temer

Centenas de mulheres tomaram às ruas do Centro de Salvador para celebrar o Dia Internacional da Mulher. Com o tema deste ano “Aposentadoria fica, Temer sai”, a caminhada também buscou alertar a população sobre violência, machismo e ações discriminatórias.

“Nosso objetivo é chamar atenção para a necessidade de impedirmos essa reforma absurda da Previdência e também de combate todo tipo de violência. Estão ameaçando muitos direitos conquistados, como ao trabalho digno; a ter filhos, quantos e quando quisermos; o apoio do Estado à maternidade com creches e a aposentadoria”, pontuou a vice-presidente da CTB Bahia, Rosa de Souza.

Presidente da União da Juventude Socialista (UJS) na Bahia, Aline Lima destacou que a juventude está atenta aos perigos que representam as medidas do governo Temer. “Estamos aqui porque essa reforma significa que as novas gerações terão que começar a trabalhar aos 16 anos para se aposentar”, frisou.

Para a professora da Ufba, Milena Brito, a data é um momento importante para as mulheres darem visibilidade as suas reivindicações. Já a socióloga e pesquisadora Mary Castro disse que política se faz nas ruas, com as mulheres vinculando suas lutas às lutas gerais da sociedade e dos trabalhadores.

Compartilhe:

Deixe seu recado