Sindicato assina acordo com a Federação do Comércio

Diferente do ano passado, o nosso Sindicato conseguiu assinar rapidamente a Convenção Coletiva de Trabalho 2017 com a Federação do Comércio. Agora, todos os trabalhadores do comércio estão contemplados com reajuste salarial e, o melhor: assegurando todas as conquistas sociais do ano passado.

Em um cenário difícil, conquistamos um reajuste salarial que repõe a inflação (4,69%). Os pisos passaram para R$ 981,00 (office-boy, servente, vigia…) e R$ 1.066,00 (demais funções e comissionado). Asseguramos ainda o aumento no valor dos domingos e feriados. As diferenças de março e abril devem ser pagas na folha de maio. Veja tabela abaixo.

Foi muito importante assinar o acordo agora, garantindo nossos direitos no momento em que governo e empresários atacam nossas conquistas. Para se ter uma ideia, segundo o DIEESE (entidade que assessora os sindicatos no Brasil), analisando 714 negociações recentes, apenas 19% dos reajustes tiveram ganhos reais acima da inflação.

Cerca de 44% deles foram igual ao índice de inflação e 37% ficaram abaixo. A variação real média foi negativa: 0,52% abaixo da inflação. Além disso, 30% dos reajustes foram pagos em várias parcelas.

 

 

 

A LUTA NÃO PARA

Agora, temos que ficar de olho no cumprimento do acordo e reforçar as lutas das centrais sindicais, Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo. Vamos derrotar as reformas do governo golpista de Michel Temer, ocupando Brasília no dia 24 de maio.

TAXA ASSISTENCIAL FORTALECE A LUTA

Um sindicato só é forte com a participação de todos os trabalhadores. Para fazer a luta, é necessário estrutura. Por isso, ajude o seu sindicato a continuar batalhando por melhores condições de trabalho, melhores salários e dignidade para os comerciários de Salvador. Sem oposição à taxa assistencial. Para quem quiser se opor, no entanto, o prazo para fazê-lo será até 05/06/2017, na sede do Sindicato.

Compartilhe:

Deixe seu recado