A casa caiu: Onde está a ética de Eduardo Cunha?

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot recebeu as denúncias, que serão levadas para o Departamento de Recuperação de Ativos do Ministério da Justiça e depois remetidos a Procuradoria Geral da República, onde Eduardo Cunha será ser julgado por suspeita de lavagem de dinheiro e corrupção passiva

Os documentos apresentados pelo Ministério Público da Suíça aponta contas bancárias supostamente em nome do presidente da Câmara e seus familiares. Os valores remetidos à Suíça estão bloqueados, informou a PGR.

Enquanto isso, Eduardo Cunha segue com seu pacote de maldades contra a democracia e os direitos dos trabalhadores e se recusa a falar sobre a denuncia de corrupção.

Compartilhe:

Deixe seu recado