Aplicativo de celular vai combater irregularidades nas eleições

O software, desenvolvido e aperfeiçoado por vários tribunais regionais eleitorais, tem como objetivo permitir que o cidadão participe do processo eleitoral, sobretudo, denunciando eventuais abusos.

O aplicativo será mais uma ferramenta que a Justiça Eleitoral contará para coibir abusos e práticas irregulares durante as eleições deste ano. Por exemplo, um cidadão que observar um outdoor de candidato (sendo a propaganda por meio de outdoors proibida pela legislação eleitoral) poderá tirar uma foto da peça e enviar com rapidez, por meio do Pardal, a evidência da irregularidade para o tribunal eleitoral e o Ministério Público em seu estado, que examinará a denúncia feita.

A solução Pardal foi desenvolvida em 2012, pelo TRE do Espírito Santo. No pleito de 2014, o aplicativo também foi utilizado de forma localizada por alguns estados. Agora, será ampliado para todo o país. Alguns TREs também permitirão que as denúncias sejam feitas pela internet, através do serviço “Denúncia Online”, ou ainda por meio de Ouvidoria.

Fonte: Portal Vermleho
De Brasília, com informações do TSE

Compartilhe:

Deixe seu recado