Após manifestação Viatec Claro paga salários atrasados

O Sindicato foi acionado também para impedir outro abuso. Segundo os comerciários, benefícios como FGTS e INSS são descontados e não são recolhidos. Uma prática comum dos proprietários da empresa, que encerram as atividades da razão social e abrem uma nova quando a situação tende a ficar preocupante. “Já entramos com processo na Justiça do Trabalho e no Ministério Público do Trabalho para garantir o pagamento dos direitos trabalhistas daqueles que foram demitidos e para preservar direitos dos trabalhadores que continuam em atividade”, afirmou Alfredo Santiago, diretor do Sindicato.

Compartilhe:

Deixe seu recado