Assalto a loja em Cajazeiras expõe comerciários

A dupla, que terminou presa por policiais acionados pela vizinhança, manteve os funcionários como reféns em uma sala no fundo da loja após redê-los e saqueá-los. No interior da empresa, quebraram prateleiras e encheram duas sacolas com celulares, notebooks e máquinas fotográficas. A ação durou cerca de uma hora e, de acordo com testemunhas, o foco dos marginais era dois caixas eletrônicos localizados dentro da empresa. Do lado de fora,  4 bandidos em dois carros fugiram ao perceberem a presença da polícia e avisarem os comparsas do interior da loja.

Proteção ao trabalhador

Os caixas eletrônicos instalados nas lojas e supermercados de Salvador tem atraído a atenção dos bandidos e expondo a vida do trabalhador. A fim de garantir que os direitos dos comerciários fossem preservados, logo após o incidente o Sindicato esteve no local. A empresa liberou os funcionários e emitiu o Comunicado de Acidente de Trabalho (CAT), que irá ajudar caso precisem de atendimento especializado. “Ao trabalhador que presenciou o ato e sofreu o trauma, que é configurado como acidente de trabalho, deve ser garantido o direito ao acompanhamento médico, para que ele não venha sofrer problemas psicológicos. Vamos acompanhar o processo”, afirmou Jaelson Dourado, Presidente do Sindicato.

Compartilhe:

Deixe seu recado