Assinada a Convenção Coletiva 2015/2016 – setor Lojista

Mais uma vez conquistamos reajustes e ganhos reais acima da inflação

Novos valores

Os pisos foram reajustados em 9%. O menor passou de R$ 775 para R$ 845 (funções: empacotador, office boy, limpeza, carregador, vigia, copeiro, entregador, servente e similares), e o maior passou de R$ 842 para R$ 918 (demais funções). Os salários acima dos pisos tiveram reajuste de 8,5%. Para os trabalhadores comissionados o valor do piso é de R$ 918 desde o primeiro mês de trabalho.

Pagamentos dos domingos e feriados

O valor dos domingos trabalhados passou de R$ 24 para R$ 26.

a) Além da bonificação estabelecida anteriormente, os empregados, sem distinção, terão direito a receber gratuitamente vale-transporte e refeição, sem qualquer desconto em folha de pagamento;

b) Os empregados que trabalharem no domingo tem direito a folga compensatória, a ser concedida até o último dia útil da semana dos domingos dos domingos trabalhados;

c) Nenhum empregado poderá ser obrigado a laborar dois domingos consecutivos, devendo ser respeitado o intervalo de um domingo de descanso a cada domingo trabalhado;

d) Aqueles que ultrapassarem a carga horária de 8/dia nos domingos, serão remunerados com adicional de 100% sobre as horas excedentes;

Já o valor dos feriados trabalhados passou de R$ 35 para R$ 38.

a) Além da bonificação estabelecida anteriormente, os empregados, sem distinção, terão direito a receber gratuitamente vale-transporte e refeição, sem qualquer desconto em folha de pagamento;

b) Não haverá trabalho nos feriados de 1 de maio; 7 de setembro; 25 de dezembro; 01 de janeiro de 2016.

Os valores são retroativos a março, com pagamento das diferenças no contra cheque de maio/2015.

Feriado do comerciário – 19 de outubro de 2015

Mais uma vez garantimos na CCT o Dia do Trabalhador Comerciário, um marco nas lutas da categoria, e este ano será comemorada em 19 de outubro de 2015. Na data não pode haver trabalho, sem prejuízo para a remuneração nem o repouso semanal remunerado.

Taxa assistencial

O acordo é válido para todos os comerciários. Daí a importância de quem não é associado(a) contribuir através da Taxa Assistencial, fundamental para a luta da categoria. Ela é definida em assembleia da campanha salarial. Além de fortalecer a luta, o associado tem direito a vários benefícios. Este ano serão 4 parcelas de R$ 22,00, com descontos nos meses de maio, julho, setembro e novembro/2015. A oposição à taxa deverá ser feita em até 20 dias após assinatura da CCT, homologação e publicação em jornais de grande circulação da cidade (Correio 6/5/2015). Quem é associado ao Sindicato não paga a taxa, pois já contribui mensalmente.

A luta vai continuar!

Assinamos a CCT mas a luta vai continuar porque na guerra do capital X trabalho o trabalhador deve ser valorizado e respeitado. Para tanto, vamos continuar nas ruas e esperamos contar novamente com o apoio da categoria para conquistar novos benefícios.

Compartilhe:

Deixe seu recado