Até 2017 Salvador terá ligação do metrô Estação Pirajá-Aeroporto

As intervenções iniciais acontecerão na região do Acesso Norte, na Rótula do Abacaxi, que vai ligar Salvador a Lauro de Freitas, com 20,7 km, e 12 novas estações (Acesso Norte, Detran, Rodoviária, Pernambués, Imbuí, CAB, Pituaçu, Flamboyant, Tamburugy, Bairro da Paz, Mussurunga e Aeroporto) e quatro Terminais de Integração (Acesso Norte, Rodoviária, Pituaçu e Aeroporto).

Além disso, serão construídas dez novas passarelas (Acesso Norte, Detran, Rodoviária, Pernambués, Imbuí, Pituaçu, Flamboyant, Bairro da Paz, Mussurunga e Aeroporto) e retiradas as atuais estruturas no Detran e Rodoviária. A previsão de conclusão da linha 2 é abril de 2017. “O início da construção da linha 2 do metrô concretiza um antigo sonho da população de Salvador. Em breve, a cidade contará com um meio de transporte moderno, econômico e de grande abrangência. Com essa obra, e com todas as outras de mobilidade urbana que realizadas pelo governo do estado, Salvador dá um grande salto para o futuro,” garantiu o governador.

A obra vai melhorar e ampliar os investimentos em mobilidade na capital baiana e terá um investimento total (Linha 1 + Linha 2) de R$ 3,6 bilhões, através de Contrato de Concessão (PPP), com a CCR Bahia.

Serão 13 estações até Lauro de Freitas

Do Acesso Norte a Lauro de Freitas, a linha 2 do metrô terá 23 km de extensão e 13 estações. São elas: Acesso Norte, Detran, Rodoviária, Pernambués, Imbuí, CAB, Pituaçu, Flamboyant, Tamburugy, Bairro da Paz, Mussurunga, Aeroporto e Lauro de Freitas. Serão cinco terminais de integração de passageiros entre o metrô e os ônibus; Terminal Acesso Norte, Rodoviária, Pituaçu, Mussurunga e Aeroporto. “A integração está sendo acompanhada pela casa civil do estado junto com a prefeitura. Houve uma reunião com os empresários do transporte público da região metropolitana onde eu pedi a aceleração dessa integração, até no máximo, junho, quando fica pronta a estação do metrô de Pirajá, para que os ônibus que vem da BR 324, utilizem essa nova ferramenta . Na Paralela, a mesma coisa, na medida que as estações avancem, os ônibus que vem da região metropolitana, vão utilizar os terminais prontos e o destino final será a estação de Mussurunga, onde será feita a integração também com os ônibus que vem do litoral,” contou o chefe do executivo estadual.

As estações da linha 2 serão totalmente acessíveis com rampas, elevadores, escadas rolantes e piso tátil. No projeto das estações ainda está previsto sanitários públicos masculino e feminino e para pessoas com deficiência.

As próximas a serem concluídas, no primeiro semestre de 2014, são Bom Juá e Pirajá. Além disso, a construção da nova rodoviária deve iniciar ainda esse ano. “Bom juá, começa a funcionar em Março, e Pirajá no mês de junho. Águas Claras e Cajazeiras, as licitações saem ainda no primeiro semestre. Queremos soltar não só a licitação da construção da linha, mas também da nova estação rodoviária, que vai ficar na altura de cajazeiras. Ela não será somente uma estação de ônibus, será uma estação de metrô, BRT e ônibus metropolitano, intermunicipal e interestadual, será o maior ponto de aglomeração da população que se desloca para Salvador e dentro de Salvador. Além disso, nossa ideia é construir um grande centro comercial, na rodoviária, que possa gerar emprego para as pessoas que moram no miolo da cidade,” explicou Costa.

O trajeto da nova linha

A nova linha terá inicio na estação do Acesso Norte e seguirá sob as alças da BR-324 e da Avenida Bonocô. A partir desse ponto, no sentido Salvador Shopping, o metrô seguira pelo canteiro central, pela marginal da Av. ACM, tanto na superfície quanto em nível elevado, chegando até o Detran. Partindo daí, ele seguirá em via elevada até chegar a Rodoviária. Após isso, o metrô segue em superfície passando sob os viadutos dos rodoviários e Nelson Dahia, até a estação Pernambués, que será localizada em frente ao Macro. Já na Paralela, o trem seguirá na superfície no canteiro central até a Estação Aeroporto. “Quando a Linha 2 do Metrô estiver concluída, no inicio de 2017, o percurso do Acesso Norte á Estação Lauro de Freitas será feito em 31 minutos, em qualquer horário do dia,” afirmou o diretor-presidente da CCR Metrô Bahia, Luis Valença.

Bicicletários

Para promover o inicio da integração entre os transportes, o governo do estado inaugurou bicicletários construídos pela CCR, nas estações Retiro e Acesso Norte. Cada um tem a capacidade de guardar 108 bicicletas e estará aberto durante o período de funcionamento das estações de metrô. O uso é gratuito e exclusivo para usuários do metrô. “Eu dei uma sugestão para a CCR e para a Sedur (Secretária de Desenvolvimento Urbano), que busque uma empresa para fazer o patrocínio da instalação das bicicletas, como já acontece em toda a cidade. Com isso a pessoa não precisaria usar sua bicicleta e eventualmente quem quiser usar as bikes, ira tê-las disponíveis, basta fazer um cadastro prévio,” finalizou o governador do estado, Rui Costa

Fonte: Tribuna

Compartilhe:

Deixe seu recado