Bahia gerou 126.386 empregos formais em 2011

Além do crescimento do emprego de 5,9%, o rendimento médio do trabalhador baiano aumentou 3,0% em termos reais, passando de R$ 1.512,82 em 2010, para R$ 1.557,63 em 2011. Entre os setores de atividade econômica que mais geraram empregos em 2011 estão ‘serviços’, com 55.898 postos de trabalho; ‘comércio’, 35.141 e ‘administração pública’, com 14.831 novas vagas.

Em termos relativos, a ‘extração mineral’ apresentou a maior variação (+11,2%), seguida pelos ‘serviços de indústria de utilidade pública’ (+10,9%) e pelo ‘comércio’ (+9,1%).

Ensino médio

As variações relativas comparadas de 2010 para 2011 mostram que o estoque de empregos formais por setor de atividade, nos 8 setores foram positivas, sendo a menor variação na ‘construção civil’ (+1,8%), o que equivale a um aumento de 2.775 novos postos de trabalho neste setor.

O crescimento do emprego se deu com mais intensidade para trabalhadores com ensino médio completo (+105.804), ensino superior completo (+23.281) e no ensino médio incompleto (+7.204 postos de trabalho). Variação negativa é encontrada em postos de trabalho com menor grau de instrução, houve uma perda de 4.570 postos entre os analfabetos e 7.371 postos de trabalho ocupados por pessoas de ensino fundamental.

Comparando os resultados do estado com a região Nordeste e com o total do Brasil, verifica-se que a taxa de variação do estoque de emprego formal na Bahia (+5,9%) entre 2010 e 2011, foi superior à do Brasil (+5,1%), e igual à do Nordeste (+5,9%).

Resultado positivo

Comportamento diferente é observado para a variação relativa real da remuneração média de dezembro, do emprego formal. A Bahia (+3,0%) apresentou ampliação um pouco maior que a do Brasil (+2,9%) e inferior à do Nordeste (+4,0%). Contudo, o rendimento do emprego formal continua maior no Brasil, cuja remuneração média foi de R$ 1.902,13. Na Bahia, como mencionado anteriormente, foi de R$ 1.557,63 e no Nordeste R$ 1.501,33.

O resultado da RAIS foi positivo para a Bahia, uma vez que o estado apresentou simultaneamente elevação do estoque de trabalho, crescimento relativo do grau de instrução do trabalhador e crescimento da remuneração média do trabalho.

Compartilhe:

Deixe seu recado