Bancários da Bahia decidem em assembleia participar de paralisação nacional no dia 11

Em nota, o sindicato expõe alguns pontos importantes que levam os bancários a aderir à paralisação e diz que a categoria vai as ruas para cobrá-los. São citados o fim do fator previdenciário, valorização das aposentadorias, transporte público de qualidade, melhorias na saúde e na educação. A assembleia foi realizada hoje no auditório do sindicato.

A nota diz ainda que o país luta pela democratização dos meios de comunicação e pelas reformas políticas e urbanas. Para o sindicato, este é o momento para que movimentos social e sindical mostrem unidade e lutem em busca de suas demandas.

“A paralisação não envolve só a categoria bancária, mas toda a sociedade. Nós, como referência no movimento sindical, temos a responsabilidade de participar da mobilização legítima. Salvador, com certeza, vai para no dia 11”, garante o presidente do Sindicato da Bahia, Euclides Fagundes.

A categoria faz nova assembleia no dia 10, um dia antes do movimento, no Ginásio de Esportes, para organizar últimos detalhes.

Compartilhe:

Deixe seu recado