Bancários protestam contra intransigência dos bancos

O ato marcou o 29º de greve da categoria, que fechou 976 agências em todo o estado e mais de 13 mil locais de trabalho em todo o país, para pressionar a Fenaban a retomar a negociação e apresentar uma proposta de acordo que contemple aumento real de salário, garantia de emprego e melhores condições de trabalho.

Os trabalhadores alertaram também a população sobre a culpa dos bancos pela greve. “Nós pedimos a solidariedade da sociedade, pois essa sociedade é muito desigual. Nós não vamos ceder às ameaças dos nossos patrões, das mídias nem de ninguém. Damos razão pela chateação do cliente, mas os clientes precisam saber que não é culpa nossa a demora nos atendimentos. A Fenaban é que desrespeita a população brasileira”, ressaltou o presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia, Augusto Vasconcelos.

O ato contou com a participação do Sindicato dos Vigilantes, que farão um ato nesta quarta-feira, às 9h, na Caixa do Comércio, em apoio à greve dos bancários.

Dirigentes da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe

e do Sindicato de Camaçari também participaram do evento.

Fonte: CTB Bahia

Compartilhe:

Deixe seu recado