Cerca de 20 mil trabalhadores temporários serão contratados nesta Páscoa

Cerca de 20 mil vagas temporárias estão sendo oferecidas em todo o Brasil para o período da Páscoa, segundo estimativa da Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab). As oportunidades são tanto para a produção dos ovos quanto para a venda.

De acordo com o vice-presidente de Chocolate da Abicab, Ubiracy Fonseca, foram produzidos em 2012, 18 mil toneladas de ovos de Páscoa no Brasil, o que reforça a posição do país em terceiro maior produtor de chocolates do mundo. “O Brasil é terceiro maior produtor de chocolates do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos e da Alemanha, e é o quarto maior consumidor. O país exporta chocolates para mais de cem países, cerca de 15 mil toneladas por ano. Somos um grande player mundial do chocolate”, disse Ubiracy ao G1 do Rio de Janeiro.

A Abicab divulgou ainda, uma relação de vagas temporárias por fabricante. Segundo a associação, a Barion deve contratar 80 temporários para produção e 50 promotores; a Cacau Show contratará 3.900 temporários para 1.300 lojas da rede e a fabricante Cory terá 200 funcionários temporários, sendo 150 para a fábrica e 50 para o atendimento no varejo.

O Grupo CRM, detentor da Kopenhagen e da Chocolates Brasil Cacau, abriu 543 vagas temporárias no seu complexo industrial na cidade de Extrema, sul de Minas Gerais. Para as lojas próprias das marcas são 103 vagas temporárias, as franquias farão as suas próprias contratações e podem chegar a 440 vagas.

A Munik contratou 100 trabalhadores temporários para as lojas e 60 para a fábrica, que fica em São Paulo. A Top Cau, por sua vez, contratou 600 colaboradores para a linha de produção, além de mil promotores para os pontos de venda entre os meses de fevereiro e março, e a Village contrata 500 temporários para a produção. Já a Pandurata (Bauducco, Visconti e Hershey’s) contará com 1.300 temporários em todo o país, entre fábricas e vendas. A Nestlé busca 3.500 trabalhadores temporários.

A Mondelēz International, empresa de alimentos dona da Lacta, começou a selecionar vendedores em todo o Brasil em agosto de 2012. Estavam sendo oferecidas mais de 8 mil vagas e os selecionados ajudarão os consumidores a escolher seus ovos de chocolate. De acordo com a companhia, em média 22% dos temporários são efetivados para trabalhando na produção de tabletes e bombons.

As inscrições para promotor temporário de Páscoa da Lacta ainda estão sendo feitas pelo site www.vagas.com.br/mondelezbrasil, até o dia 31 de janeiro. A vaga requer ensino médio completo, idade mínima de 18 anos, boa comunicação e capacidade para abordar o consumidor. Ter alguma experiência na área será um diferencial. Os promotores trabalharão de 13 de fevereiro (quarta-feira de Cinzas) até 31 de março (domingo de Páscoa).

Já a fábrica de Chocolates Garoto está contratando cerca de 5,5 mil profissionais temporários em todos o Brasil para trabalharem na Páscoa. Desse total de vagas, 207 são para a Bahia, para atuar como impulsionadores de vendas durante o período comercial da Páscoa, entre fevereiro e março.

Os pré-requisitos exigidos são ter idade mínima de 18 anos, ensino médio completo e habilidade para relacionamento com varejistas, divulgação de produtos e abordagem ao consumidor, além de proatividade e boa capacidade de comunicação.

Os interessados devem enviar currículo para rh@plenoonline.com.br. Além da análise curricular, os candidatos serão submetidos a avaliação e entrevista psicológica, exames médicos clínicos e laboratoriais, entrega de documentação, integração e admissão.

Compartilhe:

Deixe seu recado