Cesta básica de Salvador fica mais cara em outubro

No acumulado dos dez meses deste ano, o custo dos alimentos básicos apresentou uma elevação de 6,79% na capital baiana. Nos últimos 12 meses (novembro de 2011 a outubro deste ano), o custo registra uma alta acumulada de 8,72%.

A cesta básica calculada em Salvador pelo Dieese é composta de 12 produtos, conforme definido pelo decreto-lei 399, de 30 de junho de 1938. São eles: carne, leite, feijão, arroz, farinha de mandioca, tomate, pão, café, banana, açúcar, óleo de soja e manteiga.

O poder de compra do trabalhador soteropolitano que ganha um salário mínimo diminuiu em função da alta no custo da cesta básica em outubro. Com o custo maior dos alimentos, uma parcela também maior do rendimento líquido foi comprometida no mês: 38,97% em outubro, contra 38,05% em setembro.

Compartilhe:

Deixe seu recado