Cinco jovens são presos por racismo e agressões a negros em SP

Os autores do crime, segundo a Secretaria Estadual de Segurança, usavam jaquetas com a inscrição em inglês “White Pride” (Orgulho Branco), termo usado com frequência por adeptos da ideologia “White Power” (Poder Branco), que, inspirada no nazismo, prega a superioridade racial.

Com os criminosos, foram encontrados quatro punhais, um facão, um machado, e uma caneta de ferro com duas pontas, que poderia ser usada como arma. De acordo com uma das vítimas, os cinco afirmaram que pretendiam matá-los. As agressões só cessaram quando polciais civis em uma viatura perceberam a ação.

Os autores foram identificados como Welker de Oliveira Guerreiro, 19 anos, Guilherme Witiuk Ferreira de Carvalho, 21 anos, Pedro Toledo de Souza, 19 anos, Julio Ramon de Lima, 21 anos, e Kauê Baldon Barreto, 18 anos. Todos estão presos no 5º Distrito Policial (DP) de São Paulo (SP), mas devem ser transferidos para o 2ª DP.

Conforme a Secretaria, eles serão indiciados por tentativa de homicídio, formação de quadrilha e injúria. Duas das vítimas pretendem acionar os agressores da Justiça pelo crime de racismo.

Compartilhe:

Deixe seu recado