Comerciárias com Dilma

As mulheres levaram apoio e se manifestaram em defesa da manutenção do mandato da presidenta. No Manifesto lido por Antônia Pelegrino, as mulheres afirmam sua solidariedade dizendo que “Dilma já teve câncer, já foi torturada com choques elétricos, abusada nos porões da ditadura militar, vem sendo chamada de puta nas varandas das elites, teve adesivo simulando estupro com o seu rosto estampado nos carros e ainda está de pé. Dilma ainda está de pé. Nós estamos de pé com ela, eu queria muito poder dizer isso pessoalmente”.

As falas de apoio à Dilma foram seguidas de palavras de ordem, em que as mulheres manifestavam
coragem e força para a luta: “No meu país/Eu boto fé/ Porque ele é/ Governado por Mulher”.

No chão do salão principal do Palácio do Planalto foram estendidas bandeiras das entidades, onde as muitas crianças que acompanhavam as mães, sentaram para assistir ao ato político. O espaço foi pequeno para abrigar a plateia formada por representantes dos movimentos sociais, parlamentares e feministas.

Com informações do Portal Vermelho

Compartilhe:

Deixe seu recado

Deixe seu recado