Comerciárias contra o golpe e em defesa da democracia, na Marcha das Mulheres

O evento realizado em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, chamou a atenção para as conquistas e reivindicações das mulheres ao longo desses anos. Com a presença do Sindicato dos Comerciários de Salvador, juntamente com várias lideranças sociais, políticas e diversos segmentos do movimento social e sindical, como metalúrgicas, bancárias, educadoras, trabalhadoras da saúde e da construção civil, a caminhada que teve como destino final a Praça Castro Alves, terminou por volta das 17h.

A defesa da democracia e do mandato da presidenta Dilma Rousseff contra as tentativas de golpe em curso no país foi a principal bandeira levantada durante a marcha. Com faixas e bandeiras, a manifestação chamou à atenção da população para as demandas e reivindicações femininas, que mesmo sendo a maioria no país, ainda ocupa um pequeno espaço no poder. Outro ponto de destaque nas falas das lideranças foi à importância de eleger mais mulheres para cargos do Executivo, Câmaras de Vereadores, Assembleias Legislativas, para a Câmara de Deputados e o Senado Federal, a fim de ampliar a aprovação de leis que garantam mais direitos para as mulheres em todo o país.

Segundo a fonte Portal Vermelho, relata que dados da Polícia Militar e dos organizadores do evento, estima-se que cerca de 4 mil pessoas marcharam contra a violência e por mais direitos para as mulheres.

Por Karoliny Lima da Ascom/Sindicom

Compartilhe:

Deixe seu recado

Deixe seu recado