Comerciárias são eleitas para direção da UBM

Mulheres de vários municípios baianos participaram, nesta sexta-feira (3), no auditório do Palácio da Aclamação, em Salvador, do Encontro Estadual da UBM – União Brasileira de Mulheres, seção Bahia. O encontro debateu a participação política da mulher e o novo projeto nacional de desenvolvimento, e elegeu a nova diretoria da entidade no estado.

O evento contou com palestras sobre projeto de reforma política e igualdade de gênero, proferidas respectivamente pela pesquisadora do Núcleo de Estudos da Mulher da UFBA (Neim), Ana Alice Alcântara, e da reitora da UFBA, Dora Leal.

Duas comerciárias foram eleitas para a direção da UBM Bahia. Rosa de Souza, que compõe a executiva, e Cherry Almeida, que integra a diretoria plena da organização. Secretária da Mulher da CTB Bahia, Rosa destaca o trabalho realizado pelo Sindicato. “Ter duas comerciárias na direção da UBM revela que estamos desenvolvendo algo importante na categoria e na CTB. É dessa forma que a participação das mulheres na luta política se consolida”, frisou.

“Encontro como esses são essenciais para a organização das mulheres na luta por uma sociedade sem opressão e com igualdade entre os sexos. A UBM pode, e deve, jogar um papel decisivo para essa conquista. Vamos torná-la uma entidade ainda mais reconhecida e atuante para as mulheres e as trabalhadoras baiana.”, afirmou Cherry.

O fator Dilma

Ao abordar os desafios da entidade na atualidade, a coordenadora Nacional da UBM, Elza Campos, ressaltou o simbolismo da eleição de Dilma Rousseff para as mulheres brasileiras. “Este encontro tem o objetivo de discutir todos os desafios da luta das mulheres neste momento especial, em que elegemos uma mulher, Dima Rousseff, para a Presidência da República. Esta foi uma vitória importante para o processo de empoderamento das mulheres, mas ainda temos muito que conquistar. Trabalhar pelo fortalecimento e unidade da UBM é uma forma de continuar estes avanços. A UBM é uma entidade que vai completar 23 anos e é respeitada no Brasil e no mundo e não podemos esquecer isso”, disse.

Desafios da UBM

O tema da reforma política também foi abordado pela deputada federal Alice Portugal (PCdoB), que é secretária estadual da Mulher no partido. A parlamentar fez um balanço sobre a representação feminina no cenário político, reforçando a necessidade de uma reforma política para reverter a sub-representação feminina no Brasil. A deputada conclamou ainda as mulheres presentes a lutarem pelo fortalecimento da UBM, a fim de que a entidade possa atuar ainda mais para pressionar pela aprovação de novos avanços nas leis, mas também no cumprimento da legislação já existente.

A nova coordenadora estadual da UBM, Daniele Costa, ressaltou a importância da unidade das mulheres. “Precisamos de mais ações afirmativas contra a violência, como a Lei Maria da Penha, defender mais delegacias especiais, centros de referências de atenção á saúde da mulher. Essa nova direção terá grandes desafios”, declarou.

O Encontro contou com a participação de mais de cem mulheres, representantes de cidades do interior, a exemplo de Cruz das Almas, Maragojipe, Vitória da Conquista, Itabuna, Terra Nova, Camaçari, Feira de Santana e Lauro de Freitas, além de mulheres de diversos segmentos dos movimentos sociais em Salvador. Ao final, foram escolhidas as 30 representantes da Bahia para o Congresso Nacional da UBM, que acontece entre os dias 10 e 12 de junho, em São Paulo.

Compartilhe:

Deixe seu recado

Deixe seu recado