Comerciários comemoram o Dia do Trabalhador

Novos reajustes e conquistas

No feriado a categoria já comemorava as conquistas da Convenção Coletiva dos Lojistas, assinada em 30 de abril e que garantiu reajustes de 9,02% para os salários acima do piso; 10,84% para o piso maior e 10,43% para o piso menor. Para os salários acima do piso o reajuste foi de 9,02%. Este ano os comerciários fecharam shoppings e avenidas em protestos contra os abusos praticados e recusa dos empresários em assinar um acordo que beneficiasse os trabalhadores. “Gostaria de agradecer ao Sindicato dos Comerciários, porque chegamos a trabalhar no feriado de sexta-feira Santa e o Sindicato correu atrás e hoje estamos aqui com nossa família para nos divertir”, destacou o comerciário Humberto Canário, lembrando a conquista do Sindicato na sexta-feira Santa deste ano, que, após paralisações manifestações, conseguiu limitar na Justiça do Trabalho que multou as lojas abertas em R$ 10mil devido a falta de acordo para funcionar .

Segundo Jaelson Dourado, Presidente do Sindicato, o momento é de celebração e reflexão, devido as conquistas e lutas travadas para conseguir ganhos e novos benefícios. “Na Campanha Salarial 2013 os comerciários participaram ativamente, demonstraram sua capacidade de organização e unidade e com isso forçamos os empresários a assinarem a Convenção Coletiva com ganhos reais para todos os salários e ampliação de direitos. Hoje, neste 1º de Maio, este é o nosso presente para a categoria. Mas é, acima de tudo, um dia de reflexão. Neste momento, em que a CLT comemora 70 anos, precisamos continuar a luta pela redução da carga horária de trabalho; fim do fator previdenciário e para melhorar o ambiente de trabalho, de forma que não adoeça e nem acidente os trabalhadores. O processo de luta é contínuo porque o capital sempre quer retirar direitos dos trabalhadores e tem muitas empresas que desrespeitam as Leis e Convenções.”, destacou Jaelson.

Trabalhadores sugerem mudanças na CLT

Para alguns comerciários o dia é de vitória, e sugerem mudanças que possibilitem qualidade de vida, como a redução da carga horária. “O governo deveria investir e promover mais benefícios para os trabalhadores porque o funcionário satisfeito produz mais com melhores resultados”, falou Adriana Silva. Para a comerciária Valdeci Cerqueira, todos os trabalhadores deveriam ter a oportunidade de comemorar a data “Hoje é um dia de vitória mas não podemos esquecer daqueles que estão trabalhando. Eu passo pelas ruas e fico triste porque enquanto estou aqui me divertindo e usufruindo deste clube alguns colegas meus estão trabalhando.”, completou Valdeci.

Compartilhe:

Deixe seu recado