Comerciários da Juventude da CTB participam de 9ª Bienal da UNE, no Rio

Os debates giraram em torno de como a central vem dialogando com a juventude e a necessidade de novas formas de comunicação para o segmento. Foram discutidos também temas como a Reforma Política e a necessidade do fim do financiamento privado de campanha eleitoral; a democratização da mídia, a desmilitarização da polícia e o fim dos autos de resistência e a necessidade da ampliação das políticas de assistência estudantil para a juventude trabalhadora. Marcaram presença no evento os líderes sindicais comerciários de Salvador: Alfredo Santiago e Thiago Pereira.

Na avaliação de Espinoza, o encontro foi importante para alavancar as lutas da juventude classista. “Esse foi o momento em que debatemos e encaminhamos as lutas da juventude da CTB. É nossa primeira reunião depois do pacote de maldades do governo Dilma, que retirou direitos principalmente da juventude trabalhadora. E, com essa retirada de direitos, em especial o seguro desemprego, a juventude trabalhadora não pode ficar parada.

O presidente da CTB-RJ, Ronaldo Leite, também presente no ato, avaliou positivamente a atividade e apontou para a importância da formação do trabalhador que está se inserindo no mercado de trabalho. “A Secretaria de Juventude da CTB participa ativamente da Bienal da UNE e organizou hoje uma plenária de jovens trabalhadores dentro da Bienal. Para a CTB essa iniciativa é fundamental do ponto de vista de trabalharmos a inserção do jovem no mundo do trabalho já com a perspectiva de transformação social”, concluiu Leite.

Compartilhe:

Deixe seu recado

Deixe seu recado