Crise faz consumidor se sentir tímido para poder ir às compras da promoção

Em comparação ao ano passado, a Use Shoes Calçados localizada no Shopping Bahia teve uma redução na movimentação da loja. “Promoção boa a gente tem, o que está faltando é cliente. É provável que o consumidor ainda esteja esperando o quinto dia útil para ir às compras”, disse a vendedora Sirlene Costa. “No ano passado também tinha um número maior de prêmios, como um apartamento. Isso pode ter desestimulado”, opinou a gerente da loja.

Já em algumas lojas, os consumidores não estão vendo muita vantagem. “Não estou vendo redução, muito pelo contrário. Vim ao Iguatemi para comprar fraldas para minha neta, e costumava pagar R$ 11,79, hoje cada pacote custou R$ 12,50”, reclamou a educadora Nelma Albuquerque, 65.

Quem também comprou, mas não gostou do preço que pagou, foi o operador de telemarketing José Santana, 28. “Esperei a Liquida para comprar minha TV. Realmente achei que estaria bem mais barato, principalmente porque muitas pessoas já aguardam essa época do ano para comprar. Mas acabei levando a televisão por um preço um pouco maior do que estava no bota fora Insinuante da quarta-feira de Cinzas”, revelou.

Mesmo tendo iniciada no fim da última semana, a Liquida Salvador não chegou aos ouvidos de muitos baianos. Como foi o caso do casal Deise e Caique, que foram ao Shopping da Bahia para comprar um microondas e um ventilador. “Eu nem sabia que estava em liquidação. Achei o preço diferente, um pouco mais barato, mas não sabia da promoção”, contou o soldador Caique Alves, 21. “Já viemos interessados nesses produtos”, concluiu sua esposa Deise.

A reclamação da tímida divulgação não veio apenas do consumidor, mas também do lojista. “Tivemos um aumento na procura, mas o movimento ainda está tímido. Eu, como lojista, não estou vendo muita divulgação, principalmente por parte do shopping”, revelou Diego, supervisor de uma famosa loja de roupas do Shopping da Bahia.

O presidente do Sindicato dos Lojistas da Bahia (Sindilojas), Paulo Motta, afirma que ainda é cedo para dar um balanço dos primeiros dias da Liquida, mas está acompanhando a movimentação do consumidor baiano. Para ele, a pequena movimentação nas lojas se dá por conta da crise que afetou todo o Brasil. “Estamos passando por uma crise econômica que atinge todo o país, e isso inibe o consumidor, que ainda está um pouco retraído”, disse.

Liquida Salvador

Organizada pela Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), a Liquida chega a mais uma edição com cerca de 7.500 locais cadastrados. Além dos shoppings e lojas, participam também bares, restaurantes, hotéis e postos de combustíveis, junto com a conveniência e outros serviços do estabelecimento. A expectativa da CDL é que sejam faturados R$ 550 milhões em negócios.

O sorteio da 17ª edição acontece no dia 20 de março, na Praça da Piedade, e vai premiar 24 pessoas. Conforme a CDL, com um carro de luxo modelo Audi, três carros de passeio, modelo Ethios, e 20 motos.

Fonte: Tribuna da Bahia

 

 

Compartilhe:

Deixe seu recado