Decretado Estado de Greve

Em assembleia realizada na ultima quinta-feira (17/03) os comerciários decidiram parar suas atividades diante da falta de respeito dos patrões junto as negociações da Campanha Salarial 2011. Na segunda tentativa de acordo, realizada dias 15 e 17/03, o reajuste oferecido foi de 6,36%, um absurdo! Quanto aos domingos e feriados, a proposta é de congelar os valores, que já estão defasados, e não aceitam negociar os domingos que estão fora da Convenção Coletiva de Trabalho. “O comércio cresceu e não vamos aceitar essa proposta absurda. Vamos continuar com as mobilizações e manifestações em toda a cidade. Vamos construir a greve no comercio de Salvador!”, afirmou Jaelson Dourado, presidente do Sindicato.

Supermercados fechados

Os comerciários das lojas Bompreço São Rafael, Pituba, Itapoan e Chame-Chame já pararam suas atividades por melhores salários e condições de trabalho. “Os reajustes estão distantes da realidade do comércio e do perfil da cidade. Como se não bastasse, grandes redes de supermercados estão burlando a Convenção Coletiva, ao se definirem como pequenas empresas para não pagar o piso salarial correto. É importante que todos os comerciários façam parte da luta e apóie as atividades promovidas pelo Sindicato para que possamos conquistar bons acordos”, completou Antonio Suzart, diretor do departamento de Supermercados.

Os supermercados tem sido denunciados constantemente por assédio moral e diversos problemas vividos no setor, e a rede Wal-Mart é campeã de queixas. O setor é responsável por um grande número de profissionais que sofrem com diversos tipos de doenças e distúrbios devido a pressão exercida pelos chefes e até mesmo pelos clientes.

Reivindicações

Reajuste de 19,5%, correspondente a inflação do período e o crescimento do setor em 2010; Dia dos Comerciários (17/10/11); Pagamento de todos os domingos do ano, tendo em vista que os estabelecimentos funcionam todos os dias da semana e só remuneram 34 domingos do ano, entre outros.

Compartilhe:

Deixe seu recado