Dilma rechaça golpe e afirma: “Quem me julga é corrupto”

“Quem me julga é corrupto. Esta pessoa que preside a Câmara dos Deputados todo mundo sabe que tem contas no exterior”, rechaçou a presidenta. “Eu nunca recebi dinheiro de propina. Não tenho contas no exterior, não sou acusada de corrupção”.

Dilma afirmou que os golpistas tentam fazer uma eleição indireta para se chegar ao poder. “Se querem a presidência, disputem eleições. O fato é que querem sentar na minha cadeira sem voto. É claro que isso é muito confortável. Não tem que prestar contas para o povo”.

Dilma lembrou que, diferentemente dos sem voto, ela foi “eleita com 54 milhões de votos e a Bahia me deu grande parte deles”. “Juntos, conseguiremos não deixar caminhar esse golpe, que é um golpe contra a democracia do nosso país”, reafirmou.

A presidenta afirmou ainda que está sendo julgada porque seu governo “optou em construir uma vida melhor para o povo mais pobre do país”.

“Meu governo fez uma opção pelo Minha Casa, Minha Vida, pelo Bolsa Família, pelo Mais Médicos, pela Lei de Cotas”, declarou. Ele frisou, sem citar o vice Michel Temer, que o plano dos que conspiram contra o seu mandato legítimo é “revisitar” os programas sociais.

“Revisitar os programas é diminuir a quantidade de dinheiro que o governo federal investe”, denunciou.

Ela também afirmou que, em 2018, quando espera terminar seu mandato, um em cada oito brasileiros terá sido beneficiado pelo Minha Casa, Minha Vida. “O presidente Lula fez 1 milhão de casas. Depois, no meu primeiro mandato, fizemos 2,75 milhões. Agora, estamos fazendo mais 2 milhões. Ou seja: são 5,75 milhões de residências. Se considerarmos quatro filhos por família, estamos falando de 25 milhões de brasileiros beneficiados”, afirmou. “Antes do Minha Casa, Minha Vida, o pobre podia passar 20 mil vezes na frente do banco, que não teria crédito para comprar sua casa própria”.

Em seu discurso, o governador Rui Costa, do PT, afirmou que, na Bahia, a grande maioria da população a quer na presidência da República. “Estamos com o seu governo, com muito orgulho”, disse Rui Costa. “A senhora lidera o maior programa habitacional que a Bahia já viu”.

Segundo o governador baiano, pesquisas recentes revelam que a aprovação à presidente Dilma “subiu na vertical” na Bahia.

Abraço

Ao chegar para a cerimônia, a presidenta Dilma recebeu um abraço coletivo de cerca de 200 mulheres. Com flores e balões e ao som de palavras de ordem como “Não vai ter golpe, vai ter luta” e “Dilma guerreira da pátria brasileira”, as manifestantes expressaram seu apoio a presidenta.

Fonte: Portal Vermelho

Compartilhe:

Deixe seu recado