Educadores realizam ato em defesa da educação e da democracia

Com faixas e cartazes, e animados por banda percussiva e carro de som, os manifestantes fizeram pronunciamentos em defesa de mais investimentos para a educação, a manutenção e ampliação das políticas sociais, e denunciando o retrocesso imposto pelo governo golpista de Temer, que em pouco tempo de sua gestão provisória já promoveu diversos ataques aos direitos dos trabalhadores e da população mais pobre e ameaça piorar ainda mais, com a flexibilização de leis trabalhistas e a redução de programas sociais.

O movimento ganhou a solidariedade dos motoristas que trafegavam pelo local e de moradores das imediações do Dique, através de buzinaço, pedidos de bandeiras de carro com o Fora Temer, acenos, aplausos e até a exposição de cartazes demonstrando repúdio ao governo Temer.

“Não aceitamos e não reconhecemos este governo golpista Nós trabalhadores temos que continuar nas ruas para garantir a volta da nossa presidenta legitimamente eleita. Fora Temer! Volta Dilma!”, disparou a professora Elza Melo, diretora da APLB.

Ela acrescentou que a luta também não pode parar em nível local, onde os educadores da rede municipal de Salvador, que se encontram em campanha salarial, não aceitam reajuste zero e reivindicam os 11,36% referentes ao reajuste do piso salarial. Ela anunciou que a direção da APLB vai convocar nova assembleia para breve.

Fonte: CTB Bahia

Compartilhe:

Deixe seu recado