Em coletiva de imprensa, Thiago de Mello fala sobre a homenagem de hoje aos seus 90 anos

Sobre a homenagem aos seus 90 anos, promovida pela Fundação Maurício Grabois hoje (15), ele responde que “estão celebrando os 90 anos de minha juventude”.

A Biblioteca Mário de Andrade, no centro da capital paulista, será palco das comemorações com leitura de poemas, cantos e muita alegria com gosta o poeta das águas, da floresta e da vida.

Leia mais: Transpirando poesia, Thiago de Mello recebe homenagens por seus 90 anos em SP

Thiago de Mello recebe homenagem em comemoração aos seus 90 anos, com quase 70 dedicados a escrever poesias. “Sinto-me mais jovem hoje, porque tenho amis esperança e acredito na construção de um Brasil mais solidário, igual e justo”.

Sua obra é uma ode ao futuro da humanidade. Ao ser perguntado sobre as questões sociais em seus poemas, Mello respondeu que é “poeta político, poeta da vida. Qual a diferença?”

A maior parte do tempo falou da floresta Amazônica e da expropriação de suas riquezas e constantes ameaças que sofre a população “cabocla”. Para ele, “solidariedade você encontra na floresta”. Onde o capital ainda não dominou as relações. Abaixo um exempl de sua veia poética.

Para os que Virão (Thiago de Mello)

Como sei pouco, e sou pouco,
faço o pouco que me cabe
me dando inteiro.
Sabendo que não vou ver
o homem que quero ser.

Já sofri o suficiente
para não enganar a ninguém:
principalmente aos que sofrem
na própria vida, a garra
da opressão, e nem sabem.

Não tenho o sol escondido
no meu bolso de palavras.
Sou simplesmente um homem
para quem já a primeira
e desolada pessoa
do singular – foi deixando,
devagar, sofridamente
de ser, para transformar-se
– muito mais sofridamente –
na primeira e profunda pessoa
do plural.

Não importa que doa: é tempo
de avançar de mão dada
com quem vai no mesmo rumo,
mesmo que longe ainda esteja
de aprender a conjugar
o verbo amar.

É tempo sobretudo
de deixar de ser apenas
a solitária vanguarda
de nós mesmos.
Se trata de ir ao encontro.
(Dura no peito, arde a límpida
verdade dos nossos erros.)
Se trata de abrir o rumo.

Os que virão, serão povo,
e saber serão, lutando.

Serviço

Aniversário de Thiago de Mello
Data: Terça-feira (15), às 19h
Local: Biblioteca Mário de Andrade/Auditório
Rua da Consolação, 94, Centro, São Paulo

Fonte: Portal CTB

Compartilhe:

Deixe seu recado