Empregados de supermercados terão qualificação na parceria Setre-Abase

“O setor de atendimento ao público nos supermercados é o que requer especificamente uma maior qualificação. Por isso, estamos aqui para propor esta parceria à Setre. Queremos ter o apoio do Governo do Estado  nesta iniciativa”, justifica o presidente da Abase, João Cláudio Nunes.

Empregos

Acompanhado do presidente do Sindicato dos Supermercados e Atacados de Autoserviço do Estado da Bahia (SindSuper), Josué Teles, e do presidente da Federação dos Comerciários, Reginaldo Oliveira, o dirigente da Abase diz que o setor é o que mais emprega no Estado.

“São mais de 20 mil pontos de venda e cerca de 150 mil postos de trabalho. E os proprietários desses estabelecimentos comerciais consideram a qualificação dos seus trabalhadores, nas áreas de açougue, check-out (caixas), padarias e reposição, como de fundamental importância no crescimento do setor”, afirma.

Inserção

Durante audiência realizada nesta quarta-feira 6, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), o presidente João Cláudio Nunes garantiu ao secretário estadual do Trabalho e Esporte, Álvaro Gomes, que “para cada turma criada pelo Governo do Estado uma outra seria de responsabilidade da Abase”.

O presidente da Federação dos Comerciários da Bahia, Reginaldo Oliveira, que vem defendendo a implementação de uma universidade corporativa para o varejo, salientou a importância da qualificação dos trabalhadores. “O setor do comercio é o que mais emprega no país e está em constante renovação. Precisamos capacitá-los para que possam se atualizar e se aprimorar com as novas tecnologias quem vêm sendo implementadas no setor.  Essa parceria, sem dúvida, é de extrema importância para a categoria”, destacou.

Abase ficou de avaliar a proposta da Setre de inserir no mercado de trabalho populações em desvantagem social, tais como egressos do sistema prisional, pessoas com deficiência (PcD), jovens submetidos a medidas socioeducativas, LGBT, mulheres vítimas de violência doméstica, e população em situação de rua, conforme propostas do Grupo Técnico de Trabalho (GTT da Setre), denominado “Superação”.

Fonte: FEC com informação da Ascom/Setre

Foto: Reinaldo Alcântara

Compartilhe:

Deixe seu recado