Filme “Osvaldão” teve pré-estreiou em Salvador

A pré-estreia foi nesta terça-feira (19/01), no Espaço Itaú de Cinema – Glauber Rocha (Praça Castro Alves, no Centro), e contou com as presenças de diretores do longa-metragem.

Trata-se de uma produção independente. A produção nacional, que durou dois anos, foi patrocinada em parte pela Fundação Maurício Grabois (FMG) e também contou com o financiamento coletivo, através da plataforma Catarse. A pré-estreia na capital baiana foi aberta ao público – principalmente para os financiadores.

Os 90 minutos de duração retratam a trajetória de vida de Osvaldo Orlando da Costa: negro, nascido no interior de Minas Gerais, campeão de boxe no Rio de Janeiro, que chegou a estudar Engenharia na Universidade de Praga (República Tcheca) e se tornou uma figura lendária pela atuação na guerrilha do Araguaia. Quadro do Partido Comunista do Brasil, teve treinamento na China e voltou ao Brasil para ser um dos principais guerrilheiros do país.

Osvaldão foi o primeiro combatente a chegar ao sul do Pará, em 1967, com a missão de implantar uma guerrilha junto com outros companheiros no Araguaia. O maior conhecedor da área entre os militantes que lutavam morreu em 1974, com 35 anos. Teve sua cabeça decepada, exposta ao público, e sua ossada continua desaparecida até os dias de hoje, assim como seu filho, Giovani, levado por militares, na época com quatro anos.

Com esta trajetória, Osvaldão se transformou em um dos exemplos mais extraordinários de dedicação em defesa da liberdade. A história é contada através de depoimentos e com o material que o pai dele conseguiu esconder das Forças Armadas. De acordo com os diretores, a narrativa foi construída uma abordagem humana, repleta de poesia.

O longa tem participações especiais de Criolo, Flávio Renegado, Leci Brandão e Antônio Pitanga.

Fonte: Portal Vermelho

Compartilhe:

Deixe seu recado