Geddel, o “Tio Patinhas” brasileiro de R$ 51 milhões

Aliado de primeira hora do prefeito ACM Neto (DEM) e do presidente Temer (PMDB), Geddel Vieira Lima sofreu mais um baque na sua arrogância e antiga falácia de defensor da moralidade. Em uma apartamento cedido por um amigo seu, a Polícia Federal apreendeu R$ 51 milhões – R$ 42.643.500,00 e US$ 2.688.000,00, que serão depositados em uma conta judicial.

O dinheiro foi apreendido na Operação Tesouro Perdido, em ação autorizada pela 10.ª Vara Federal de Brasília. Detido, Geddel sente o outro lado de ser o “Tio Patinhas” brasileiro de R$ 51 milhões. Importante lembrar que, em depoimento à Procuradoria da República, o doleiro Lúcio Funaro disse ter entregue ‘malas ou sacolas de dinheiro’ ao baiano.

Ele declarou ter feito várias viagens em seu avião ou em voos fretados, para entregar malas de dinheiro para Geddel Vieira Lima. “Essas entregas eram feitas na sala VIP do hangar Aerostar, localizada no aeroporto de Salvador, diretamente nas mãos do próprio Geddel”, enfatizou.

Compartilhe:

Deixe seu recado