Greve geral vai parar o Brasil dia 28

As grandes manifestações realizadas em todo o País, no mês de março, deram o tom para a construção da GREVE GERAL convocada pelas centrais sindicais, com o apoio da Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo. No dia próximo dia 28 de abril, o Brasil vai parar. O povo brasileiro já perceberam que depois do golpe em Dilma, Temer e sua turma vem dando novos golpes contra os trabalhadores.

Primeiro, a aprovação da terceirização escancarada para todas as atividades de uma empresa, o que enfraquecerá a união e a luta nos locais de trabalho. Agora, tentam impor uma reforma da Previdência Social, que praticamente tirará o direito à aposentadoria de muita gente nos dias atuais e das futuras gerações.

E já preparam uma reforma trabalhista que vai rasgar a CLT. Entre outras coias, fará valer o acordado sobre as leis existentes, um retrocesso. Além disso, querem jornada diária de 12 horas diárias, parcelamento de férias e do 13º Salário, criação da Comissão de Trabalhadores (eleita nas empresas, que poderão negociar diretamente com o patrão, sem a participação dos sindicatos).

Como não bastasse, os golpistas defendem a ampliação do contrato de emprego temporário para quatro meses, com possibilidade de renovação. Isto estimula a rotatividade da mão de obra.

Os comerciários devem se juntar aos demais trabalhadores brasileiros e fechar o comércio. A luta de hoje é para garantir um futuro melhor amanhã. Não podemos aceitar esse governo impopular acabar com conquistas históricas do nosso povo. Dia 28, vamos parar o Brasil contra as reformas perversas de Temer e sua turma.

Compartilhe:

Deixe seu recado