Grito dos Comerciários agita ruas de Salvador e lança campanha salarial

O Grito de Carnaval dos Comerciários veio para ficar. Foi o lançamento oficial da campanha salarial desse ano.

O cortejo foi seguido por muitos foliões que se encontravam na avenida aguardando os primeiros blocos e a passagem do Rei Momo, esse ano incorporado pelo cantor Pepeu Gomes, que lançou a campanha “Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes é Crime. Denuncie!”.

O sucesso do Grito dos Comerciários foi em meio a muitas atrações já aguardadas pelo público, como o Bloco da Camisinha, o Alerta Geral, que saiu com Dudu Nobre e convidados, Pagode Total, Amor e Paixão, o grupo Revelação, e os blocos afros.

Para Jaelson Dourado, presidente do Sindicato, o Grito vai virar tradição no Carnaval de Salvador. “Nada melhor do que lançar a campanha salarial da maior categoria de trabalhadores do estado na maior festa popular do mundo. Ano que vem, vamos repetir. A presença de muitos comerciários e comerciárias no evento mostra que faremos uma grande campanha. Agora, é começar as negociações, pois a pauta de reivindicações já foi entregue aos sindicatos patronais”, frisou Dourado.

TEMA PERTINENTE

Esse ano, o tema da campanha está em sintonia com mais um ano positivo do comércio: “Quem faz o comércio crescer, merece mais valor”, focando os eixos salário descente, redução da jornada de trabalho e alimentação digna.

As principais reivindicações:

Reajuste salarial: 11%

Proteção salarial: reajuste para a categoria quando o Salário Mínimo tiver aumento;

Dia dos Comerciários: 18 de outubro;

Comissionados: garantia de percentual para evitar redução das comissões;

Domingos: valor de R$ 25,00, sistema 1×1 (trabalha um domingo, o outro, não), jornada de 6h, folga, transporte e alimentação;

Feriados: valor de R$ 35,00, folga, transporte, jornada de 6h e alimentação;

Mãe comerciaria: dias abonados para acompanhamento de filhos ao médico.

Compartilhe:

Deixe seu recado