Grupo Boticário investe R$ 535 milhões em obras na Bahia

Fonte: Bahia Toda Hora

O Grupo Boticário inicia, neste mês de agosto, a construção de uma fábrica em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, e de um centro de distribuição em São Gonçalo dos Campos, Região Metropolitana de Feira de Santana. As obras devem criar cerca de mil postos de trabalho temporários. O início da operação dos empreendimentos está previsto para o segundo semestre de 2013 e vão gerar aproximadamente 700 empregos diretos e 100 indiretos. Em setembro de 2011, o governador Jaques Wagner e o presidente do Grupo Boticário, Artur Grynbaum, assinaram protocolo para instalação das unidades no estado.

“As obras de terraplanagem do Grupo O Boticário em Camaçari estão concluídas. A Bahia está bem localizada entre o Nordeste e o Sudeste, investindo pesado em infraestrutura e continuamos atraindo bons investimentos, com previsão de inversões, até 2016, de cerca de R$ 90 milhões”, comemora o secretário da Indústria, Comércio e Mineração da Bahia, James Correia.

Serão aplicados R$ 535 milhões, sendo que a fábrica receberá R$ 380 milhões e o centro de distribuição R$ 155 milhões. “Buscamos a Bahia por se tratar de um estado geograficamente estratégico para escoamento dos produtos das marcas O Boticário e Eudora para os estados das regiões Norte e Nordeste. Também decidimos por esse investimento porque acreditamos no crescimento da região Nordeste e no aquecimento da economia do País”, explica Artur Grynbaum.

A fábrica de Camaçari será construída em terreno de 176.000 m2 no km 13 da BA-535 (Via Parafuso). As obras devem durar cerca de 14 meses. A planta receberá equipamentos automatizados de última geração. Terá capacidade de produção de até 150 milhões de itens/ano, em diversas linhas de perfumaria e de cuidados pessoais (cremes, loções, shampoos).

Já o centro de distribuição em São Gonçalo dos Campos terá área construída de 25.000 m2 e contará com equipamentos de última geração, como um transelevador para movimentação e armazenamento dos pallets de forma automatizada. Inicialmente, o CD terá capacidade para separar 42.300 peças/hora e expedir até 1.200 caixas/hora.

Compartilhe:

Deixe seu recado