Ibametro reprova 60% dos pescados congelados analisados

Durante a fiscalização, técnicos do órgão vão visitar estabelecimentos comerciais, como supermercados, mercados de bairro e padarias, para coletar os itens, incluindo ainda bombons e colombas pascais, com a finalidade de análise em laboratório do órgão, na Pituba.

Segundo Randerson Leal, diretor-geral do Ibametro, o consumidor precisa tomar cuidado com os pescados vendidos nessa época. “Algumas pessoas pensam que, para verificar os pescados, basta descongelar o peixe, pondo-o no micro-ondas, mas este trabalho de verificação deve ser feito pelo Instituto, que usa uma metodologia técnica de desglaciamento do pescado”, explica. Em 2014, o índice de reprovação foi de 43%.

Com relação aos ovos de páscoa, a fiscalização é redobrada. Além de verificar o peso do produto, os técnicos checam se os produtos que vêm com brinquedos de brinde ostentam, na embalagem, a seguinte frase “Atenção: contém brinquedo certificado no âmbito do SABC”. Outro ponto que é observado pelos técnicos é se os produtos indicam na embalagem a restrição de faixa etária do brinquedo, mesmo que o brinquedo não possua restrição de idade.

Os estabelecimentos em que forem encontradas irregularidades, como partes cortantes e pontas perfurantes, nível de inflamabilidade, índice de toxicidade do material e das tintas usadas na fabricação dos produtos bem como os fabricantes dos produtos, terão até dez dias para apresentar defesa ao Ibametro. As multas podem chegar de R$ 100,00 a R$ 1,5 milhão.

Fonte: A Tarde

Compartilhe:

Deixe seu recado