Impasse continua e rodoviários de Salvador podem parar

Os itens previam 11.33% de aumento no ticket alimentação e no salário, redução da contrapartida dos trabalhadores no ticket de 12% para 10% e unificação dos salários dos profissionais da manutenção.

Os empresários devem apresentar contraproposta na manhã da segunda-feira (30/5), em duas reuniões agendadas uma no Ministério Público da Bahia e a outra no MTE. A primeira acontecerá às 8h, na Superintendência do Trabalho. Já a outra será às 10h, no Ministério Público do Trabalho. Caso rodoviários e patrões não entrem em acordo, a greve parece ser inevitável.

Fonte: CTB Bahia

Compartilhe:

Deixe seu recado