Inadimplência sobe em outubro e é a maior desde novembro de 2009

“A maior dificuldade para renovação de operações e para o pagamento de prestações, em decorrência da interrupção das atividades bancárias, condicionou a evolução mensal dos indicadores de inadimplência”, informou o Banco Central, por meio de nota à imprensa.

De janeiro a outubro deste ano, a inadimplência geral subiu 1 ponto percentual – em dezembro do ano passado, estava em 4,5%, informou a autoridade monetária.

Pessoas físicas e empresas

A inadimplência somente das pessoas físicas, ainda segundo o BC, também subiu em outubro. Neste caso, atingiu 7,1% das operações.

Com isso, está no maior nível desde fevereiro do ano passado (7,2%), de acordo com informações da autoridade monetária. Neste ano, a inadimplência das pessoas físicas subiu 1,4 ponto percentual, pois estava em 5,7% no fim do ano passado.

Já a taxa de inadimplência das operações dos bancos com as empresas subiu de 3,8% ao ano em setembro para 4% em outubro. Nos dez primeiros meses de 2011, a inadimplência das empresas avançou 0, 5 ponto percentual, pois somou 3,5% em dezembro do ano passado.

Compartilhe:

Deixe seu recado