Itautec na Bahia pagará indenização de R$ 100.000 por excesso de jornada de trabalho

Os recursos serão revertidos diretamente a três entidades filantrópicas conforme acordado na ação civil pública que corria na 26a Vara do Trabalho, em Salvador, e estava aguardando sentença. Ela foi motivada por denúncia sigilosa feita na sede do MPT em outubro de 2010. O denunciante relatava que técnicos eram obrigados a cumprir jornadas diárias de trabalho que se estendiam das 7h às 22h que se entendiam também aos domingos e feriados. No inquérito administrativo, a Itautec não aceitou firmar um termo de ajuste de conduta, levando à instauração da ação trabalhista.

Compartilhe:

Deixe seu recado