Leite arrecadado em Festival é doado ao Naspec

O leite foi recolhido como ingresso do evento, organizado pelas Secretarias de Gênero e Cultura, que premiou os três primeiros colocados nas categorias: hip hop, valsa, pagode e mista. Na primeira edição, em 2010, foram arrecadados cerca de 500 kg de alimentos não perecíveis, também doados ao Naspec.

5 anos de parceria

A parceria existe há cerca de 5 anos, e por meio de palestras, feiras, debates e exposições são levadas informações à categoria comerciária sobre combate e tratamento da doença. “O Naspec faz um trabalho muito importante na cidade. Nossa parceria tem possibilitado levar informações à categoria dentro e fora das empresas. Além disso, realizamos oficinas que ensinam a mulher comerciária a realizar o auto exame, que leva ao diagnóstico precoce e ajuda na cura e no combate a doença ”, afirmou Cherry Almeida, Coordenadora da Secretaria de Gênero.

Alimento ideal

Funcionando no Engenho Velho de Brotas há cerca de trinta anos o Núcleo recebe, em média, cerca de 80 pacientes por dia e seus acompanhantes, e conta com o apoio de algumas empresas privadas, associados e voluntários . Segundo Romilza Medrado, idealizadora e presidente do Naspec, a parceria é importante e tem rendido bons frutos. “Essa doação é muito importante. Não só pela quantidade, mas também por se tratar de leite, alimento ideal para nossos pacientes que estão em tratamento com quimioterapia. O Sindicato é um parceiro impar para nós, que sempre podemos contar”.

Estrutura

No local, são oferecidos: atendimento médico, medicamentos, acomodações e cerca de 3000 refeições por mês. Em uma estrutura que conta com 78 leitos hospitalares, uma equipe multidisciplinar formada por cerca de 290 voluntários, entre eles, médicos, nutricionistas, fisioterapeutas, enfermeiros, etc., fazem cerca de 46000 atendimentos por ano. “A parceria com o Naspec é um trabalho social do Sindicato de extrema importância. Ano passado arrecadamos alimentos não perecíveis, este ano optamos por leite. Mas a sociedade precisa colaborar para que o Núcleo tenha mais apoio e aqueles que precisam possam receber ajuda”, completou Plinio Botelho, Coordenador da Secretaria de Cultura.

Compartilhe:

Deixe seu recado