Loja da TIM, no shopping Piedade, é assaltada

O Shopping, que é o principal responsável pela segurança do local, não deu qualquer assistência à empresa e os trabalhadores, segundo informaram os empregados. A TIM orientou que o funcionário prestasse queixa na polícia e manteve a loja fechada por menos de 24 horas.

Segundo o dirigente do Sindicato dos Comerciários, Thiago Silva, que esteve no local, a empresa precisa fornecer a CAT – Comunicação de Acidente de Trabalho. “Um trabalhador que é vítima de um assalto à mão armada pode ficar com sequelas psicológicas e precisa da devida atenção”.

A ideia de que o shopping é um local seguro para fazer compras e passear, vai ficando para trás. “As grandes empresas possuem segurança própria, enquanto as pequenas lojas dependem da segurança do shopping. Está provado que essa segurança é insuficiente e coloca os trabalhadores em situação de vulnerabilidade”, conclui o sindicalista.

Compartilhe:

Deixe seu recado