Lojas foram autuadas durante Operação Dia das Mães

Produtos fora de validade, ausência do Código de Defesa do Consumidor (CDC) e ausência de preço na vitrine externa, foram algumas das infrações encontradas por fiscais do Procon-BA. Segundo o Superintendente do órgão, Ricardo Maurício Freire Soares, todos os estabelecimentos terão os direitos à ampla defesa e ao contraditório, assegurados pelo Procon. A previsão é de que a ação seja realizada até o final desta semana.

“Operação dia Das Mães”

A Coordenadoria de Defesa do Consumidor do Município de Salvador (Codecon) iniciou na quarta-feira (8), nas lojas do Centro da cidade, um trabalho de fiscalização focada na venda de produtos para o Dia das Mães. Durante a ação que segue até sexta-feira (10), os fiscais vão observar se os estabelecimentos estão exibindo corretamente os preços e vendendo os itens pelos valores apresentados nos encartes, entre outros pontos.

Nesta quarta, os fiscais do órgão visitaram 96 lojas na Avenida 7 de Setembro e no Center Lapa. As lojas Insinuante e Ricardo Eletro, da Av. 7, nas proximidades do Relógio de São Pedro, foram notificadas pela falta de preços nos produtos expostos. “As lojas têm 48 horas, a partir da notificação para corrigirem o problema. Se reincidirem no problema, poderão ser autuados e pagar multa”, diz Rose Estrela, a chefe da Codecon, órgão vinculado à Secretaria Municipal da Ordem Pública.

Segundo Rose, a cada dia a fiscalização ira a um ponto diferente da cidade. Quem quiser, também pode fazer denúncias, indo pessoalmente na sede do órgão, localizada na Rua Chile ou ligando para o telefone (71) 2203-3417.

Compartilhe:

Deixe seu recado