Lojas Renner: Todos os estilos de maus tratos

Os comerciários estão revoltados com alguns absurdos na Renner. Segundo os trabalhadores, está havendo muitas perseguições e arbitrariedades nas lojas. Isto é assédio moral, que torna o ambiente de trabalho insuportável.

Esta situação não combina com os valores que a empresa divulga, como “uma gestão voltada para o encantamento e para superar as expectativas dos clientes”. Ela até criou o Encantômetro, mas se for medir o encantamento dos funcionários, pode se assustar.

Outra contradição é defender o respeito à diversidade de cada pessoa, mas tratar seus “colaboradores” da forma como está fazendo. É incompatível com marca que foi considerada a 9ª mais valiosa no varejo da América Latina, a 3ª no setor de vestuário na América Latina e 1ª no setor de vestuário no Brasil.

Se liga, Renner. Senão vai ficar com a marca de ter todos os estilos de maus tratos. O Sindicato fez panfletagem nas lojas e deve tomar outras providências.

Compartilhe:

Deixe seu recado