Mais 150 jovens são direcionados para 1º emprego em órgãos do Estado

Desde 2008, o programa instituído pela Secretaria da Administração (Saeb), em parceria com as Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA), beneficiou com o primeiro emprego 1.457 jovens. O objetivo do Mais Futuro é inserir no mercado de trabalho, jovens de 14 a 22 anos incompletos, oriundos de escola pública e em condição de vulnerabilidade social. A expectativa é de que até 2014, cinco mil deverão ser absorvidos pelo programa.

De acordo com a diretora de Valorização do Servidor, Joana Pinheiro, o programa passou a adotar nova linha de gestão, optando pelo modelo quadripartite, que engloba a Saeb [Secretaria da Administração] como gestora, as Voluntárias Sociais como responsáveis pela concepção pedagógica das ações e acompanhamento social dos jovens, o órgão demandante e a entidade sem fins lucrativos credenciada, a exemplo do Centro de Integração Escola-Empresa (Ciee), que atua em parceria com as VSBA na execução das capacitações.

Banco de dados

O Mais Futuro disponibiliza para os órgãos demandantes os jovens já classificados por seleção pública. Eles integram um banco de dados com dez mil nomes. Os aprendizes recebem treinamento teórico de mais de 400 horas, dividido em módulos que incluem disciplinas como qualidade no atendimento, administração pública, informática, noções de empreendedorismo, entre outros.

Parte da capacitação teórica é feita nas Voluntárias Sociais e o aprendizado específico diretamente nas unidades de atuação dos jovens, com monitoramento permanente. Após dois anos de experiência, o currículo dos jovens é inserido no banco de dados do Sistema de Intermediação para o Trabalho (SineBahia). As diretrizes do programa são estabelecidas pelo Decreto Estadual nº 11.139/2008, que regulamenta a contratação de jovens conforme as determinações da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Compartilhe:

Deixe seu recado