Mais de 79 mil baianos recebem restituição do Imposto de Renda nesta sexta (15)

Do total a ser creditado na Bahia, a maior parte é relativa ao exercício 2012: 77,6 mil contribuintes, num valor total de R$ 101,7 milhões. O restante é referente a lotes residuais dos exercícios de 2008 a 2011. Em todo o Brasil, mais de 1,8 milhão de contribuintes serão restituídos, somando um total superior a R$ 2,5 bilhões, considerado pela Receita o maior lote da história. Destes, aproximadamente 1,46 milhão de contribuintes são idosos.

A quantia a ser restituída será creditada na conta corrente ou poupança informada no momento de preencher a declaração do IR. “Essa conta deverá ser no nome do próprio contribuinte”, adverte o assessor da Superintendência Regional da Receita Federal da 5ª Região Fiscal (Bahia e Sergipe), Demian Fagundes. Caso haja alguma incompatibilidade entre os dados bancários apresentados e os dados pessoais, o dinheiro ficará retido no Banco do Brasil.

Nesse caso, o cidadão deverá recorrer à instituição por meio da central telefônica. O número é 4004-0001 para capitais e regiões metropolitanas; 0800-729-0001 (demais localidades); 0800-729-0088 (deficientes auditivos). Se preferir, o contribuinte pode se dirigir diretamente à sua agência do Banco do Brasil.

Malha fina

Se alguém atendeu a todos os requisitos para receber a restituição no primeiro lote, tiver alguma quantia a receber e, mesmo assim, não estiver incluído na lista dos beneficiados, isso pode ser um mau sinal. “Por exemplo, se um idoso acima dos 60 anos que declarou pela internet não receber a restituição nesse primeiro lote, deve haver alguma irregularidade na sua declaração, que deve ser imediatamente corrigida no site da Receita”, exemplifica Fagundes. Entre as irregularidades que mais têm levado os baianos à malha fina está a omissão de rendimentos.

Nesse caso, o interessado deve acessar o site www.receita.fazenda.gov.br e procurar o item “Portal e-CAC” no menu “Serviços Mais Procurados”, localizado à direita da página principal. Nesse ambiente, deverá digitar seus dados pessoais para verificar se está tudo ok com sua declaração. Quem não estiver quite com a Receita Federal e resolver as questões pendentes a partir de hoje irá para o final da fila e só deverá receber a restituição nos últimos lotes.

Smartphone

Além do site da Receita e o Receitafone (146), o contribuinte tem agora uma nova opção de consulta sobre a restituição do Imposto de Renda. O cidadão pode utilizar o seu smartphone ou tablet para a consulta, usando o aplicativo “Receita Federal – Pessoa Física”, disponível gratuitamente para aparelhos com sistema operacional Android ou iOS, no Android Market (Google Play) ou na Apple Store.

Compartilhe:

Deixe seu recado